FBN I História – 05 de outubro, Euclides da Cunha na Guerra de Canudos – Caderneta de Campo

cvbvcv

 

“Euclides da Cunha passou menos de um mês em Canudos. Não testemunhou o desfecho da guerra. Tendo chegado a Belo Monte em 6 de setembro de 1897, acompanhando a quarta e última expedição, comandada pelo general Artur Oscar de Andrade Guimarães, regressou a Salvador quatro dias antes da queda da “Tróia da barro” – a 5 de outubro – por sentir-se febril e adoentado. Como os militares que participaram da campanha, ele também padeceu com as péssimas condições ambientes, do clima hostil à escassez de água e comida, sem contar o intenso tiroteio, o cheiro dos cadáveres putrefatos e os ardis dos jagunços que ameaçavam a vida da tropa de noite e de dia. Embora curto, foi no entanto um período profícuo para o autor e fundamental para a história do século XIX e para a própria inteligência brasileira. Pois foi de sua curta experiência no front de Canudos que nasceu Os sertões, obra prima da nossa literatura”. (Benicio Medeiros)

Leia mais sobre a Caderneta de Campo, de Euclides da Cunha, na BN Digital.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: