Pesquisador italiano Archimede Muzi vem ao Brasil anualmente para consultar a divisão de iconografia da Fundação Biblioteca Nacional

SAMSUNG CSC

Formado em Letras Clássicas e apaixonado por Roma, cidade onde mora e à qual dedica suas pesquisas, Muzi organiza um dicionário enciclopédico sobre a capital italiana. O documento, doado em 2010 ao Istituto Nazionale Di Studi Romani (Instituto Nacional de Estudos Romanos), é atualizado pelo pesquisador a cada cinco anos e hoje soma 30 mil páginas.

Desde 1977, Archimede Muzi chega ao Rio de Janeiro um dia depois do Carnaval e fica até a véspera da Páscoa. Nesse período, ele visita diariamente a divisão de iconografia da Biblioteca Nacional para consultar imagens de Roma. Essa foi a maneira que o pesquisador italiano encontrou de fugir do inverno europeu e continuar fazendo o que faz em sua cidade natal: o Dicionário Enciclopédico “Roma – Opera omnia in itinere”.

Leia mais: http://bit.ly/1GLgke3

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: