Perfil – Wanessa Regina Paiva da Silva e os debates que mobilizaram a intelectualidade brasileira entre 1935 e 1945

SAM_5099

 

O projeto “Intelectuais, literatura e política: uma investigação na imprensa periódica brasileira (1935-1945)” analisa os debates travados por romancistas, poetas, críticos literários, sociólogos, jornalistas e políticos nos periódicos Dom Casmurro, Diretrizes e Cultura Política, todos eles disponíveis na Hemeroteca Digital da Biblioteca Nacional.

 Wanessa Regina Paiva da Silva, bolsista do Programa Nacional de Apoio à Pesquisa (PNAP), da Fundação Biblioteca Nacional, focaliza seu trabalho nas décadas de 1930 e 1940, quando a cidade do Rio de Janeiro vivenciou momentos de grande desenvolvimento e modernização dos meios de produção e circulação da cultura. “Foram abertas novas livrarias, editoras e empresas jornalísticas, além de instituições culturais criadas pelo governo Vargas. Esse movimento atraiu intelectuais das mais diversas regiões para a capital da República, em busca de melhores condições para desenvolver suas atividades e obter reconhecimento de seus pares e do público”, explica a pesquisadora.

Graciliano Ramos, José Lins do Rego, Mário de Andrade, Jorge Amado, Carlos Drummond de Andrade, Gilberto Freyre, Rachel de Queiroz, Oswald de Andrade, Manuel Bandeira, Cecília Meireles, Cassiano Ricardo, Carlos Lacerda e Álvaro Moreyra estão entre os que publicaram contos, crônicas e artigos de crítica literária, aproveitando as páginas de revistas, jornais e suplementos de arte como mais um meio de prover seu sustento e de chegar aos leitores. São dessa época veículos importantes que ajudaram a divulgar a produção literária nacional: Revista do Brasil, Revista Acadêmica, Vamos Ler!, Boletim de Ariel e Lanterna Verde.

 As publicações não se limitavam apenas aos assuntos artísticos, mas também abordavam conflitos político-ideológicos como a disputa eleitoral de 1937, a expansão dos regimes totalitários pelo mundo e o cerceamento das liberdades individuais e artísticas. Todos esses temas acirravam os ânimos e geravam grandes embates que, muitas vezes, dividiam os autores de acordo com suas posições ou por sua ligação a determinados grupos de ideologia definida: católicos, integralistas, nacionalistas, socialistas e comunistas.

De acordo com a pesquisadora, “houve um grande interesse, tanto nas artes quanto na política, em resgatar e explicar os elementos que marcavam a nacionalidade brasileira. Essa questão foi um dos fatores que levou muitos intelectuais a contribuírem com os projetos culturais do Estado Novo, que se impôs como principal fomentador da cultura nacional ao oferecer as condições de produção e consagração necessárias para a própria realização da atividade intelectual”.

As discussões entre intelectuais com variadas posições políticas incluíam também temas como disseminação da leitura, barateamento do livro e profissionalização do escritor – que passava pela necessidade de mais investimentos nos meios de produção e circulação de livros, assim como a regulamentação dos direitos autorais. A presença desses temas evidencia a preocupação da intelectualidade em proteger sua autonomia artística no cenário político.

“A análise desses debates nos permite compreender com maior clareza a delicada posição dos intelectuais brasileiros: ao mesmo tempo em que reivindicavam maior autonomia para sua profissão, eles se viam dependentes do ofício de escrever para a imprensa e do aparato governamental que lhes dava suporte para o exercício de sua prática, porém, restringindo-a conforme os interesses do Estado”, conclui Wanessa Paiva.

Wanessa Regina Paiva da Silva é bolsista do Programa Nacional de Apoio à Pesquisa, da Fundação Biblioteca Nacional, e doutoranda em Literatura Comparada do Programa de Pós-Graduação em Letras, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), onde desenvolve o projeto “Intelectuais em ação: literatura, cultura e política no Brasil de 1935 a 1945”, orientado pela Professora Dra. Carmem Lúcia Negreiros de Figueiredo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: