Centro Cultural dos Correios exibe aquarelas e litografias do acervo da Biblioteca Nacional

Litografia de Iluchar Desmons (1803-post 1858): Panorama da cidade do Rio de Janeiro. Tomado do morro de Sto Antônio a vôo de Passaro, 1854. Peça exposta no Centro Cultural dos Correios de 14 de maio a 12 de julho de 2015.

Litografia de Iluchar Desmons (1803-post 1858): Panorama da cidade do Rio de Janeiro. Tomado do morro de Sto Antônio a vôo de Passaro, 1854. Peça exposta no Centro Cultural dos Correios de 14 de maio a 12 de julho de 2015.

Em cartaz no Centro Cultural Correios-RJ até o dia 12 de julho, a exposição que marcou o lançamento da edição fac-similar do livro homônimo, de autoria de Gilberto Ferrez, conta com 21 obras do acervo de Iconografia que retratam o Rio Antigo.

Considerado a biografia oficial da Cidade Maravilhosa, o livro A muito Leal e Heroica Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro é o carro-chefe da Biblioteca Rio450. A reedição da obra – lançada há 50 anos em comemoração aos 400 anos do Rio – é fiel à original. A edição atual apenas tem tamanho menor e preço mais acessível. Suas 270 páginas reproduzem mapas, gravuras, quadros e fotografias do início da cidade.

A exposição de lançamento do livro traz uma seleção de obras, incluindo o conjunto de litografias, aquarelas, gravuras e desenhos a lápis que pertencem ao acervo da Biblioteca Nacional. Mapas, esboços, correspondências, layouts e documentos originais de várias épocas, que poucas vezes são exibidos ao público, completam a mostra.

Entre as peças cedidas pela BN, destacam-se as litografias do desenhista francês Iluchar Desmons, que chegou ao Rio de Janeiro em 1843 e registrou diversas paisagens que compõem o álbum Panorama da Cidade do Rio de Janeiro. Há ainda aquarelas do luso-italiano Carlos Julião, artista e engenheiro do Exército Colonial, que retratou trajes e costumes da época, como vendedores ambulantes, oficiais de cavalaria, uma “senhora levada em cadeirinha e seguida por suas escravas” e até cenas românticas. Também estão expostas uma gravura de Friderick Pustkow (Hotel Pharoux, s.d. Gravura. 4,6 x 19,4 cm), considerada muito rara, e uma gravura aquarelada de Félix Emile Taunay intitulada “Aclamação de S.M. o Snr. D. Pedro Imperador Gal. Do Brasil no dia 12 de outubro de 1822”.

O empréstimo de obras do acervo da BN para exposições no Brasil e no exterior faz parte da sua missão de difundir a memória bibliográfica e documental nacional. Em um cuidadoso processo, que envolve ações administrativas, de preservação e segurança, critérios expositivos e acompanhamento, as peças podem ficar emprestadas por até 90 dias consecutivos.

INFORMAÇÕES

A muito leal e heroica cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro – Exposição e lançamento da edição fac-similar do livro homônimo, de autoria de Gilberto Ferrez.
Visitação: de 14 de maio a 12 de julho de 2015
De terça-feira a domingo, das 12h às 19h – Grátis/Livre
Local: Centro Cultural Correios – Rua Visconde de Itaboraí, 20 – Centro – Rio de Janeiro|RJ

veja as imagens: http://bn.br/noticia/2015/06/centro-cultural-correios-exibe-aquarelas-litografias-acervo

Anúncios

Uma resposta to “Centro Cultural dos Correios exibe aquarelas e litografias do acervo da Biblioteca Nacional”

  1. Lanchinho da Meia-Noite Says:

    Republicou isso em Lanchinho da Meia-Noite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: