FBN I Perfil – Oswaldo Viana Jr. e a polêmica do ensino religioso no Brasil

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

“O homem é um animal religioso. Desde a aurora dos tempos, toda sociedade humana sempre teve seus sacerdotes e profetas, seus mitos e ritos. Em sua raiz latina, um dos sentidos da palavra cultura é honrar com adoração, cultuar. Porém, em uma sociedade pluralista, como as diferentes crenças podem conviver em (relativa) harmonia? De que forma o Estado laico deve se posicionar frente a diversas reivindicações religiosas conflitantes entre si? Neste trabalho comparativo entre duas visões religiosas que disputam o espaço público escolar, podemos ver um acirrado conflito acontecendo “ao vivo”. Graças à distância que o tempo nos proporciona, temos a oportunidade de tirar lições preciosas para os dias atuais.”

Assim, o autor e historiador fluminense Oswaldo Viana Jr. em seu primeiro livro, “Deus na Escola Pública – a polêmica do ensino religioso no Brasil”, inicia sua narrativa crítica sobre as implicações do ensino religioso nas escolas brasileiras.

Formado em História pela Universidade Federal Fluminense, o autor é professor e, desde 2006, pesquisador e documentalista da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro. Tem como área principal de estudos a história e a filosofia da educação, dedicando especial atenção à influência dos fatores religiosos na configuração do campo educacional.

Nesta sua primeira obra, Oswaldo Viana Jr. oferece ao leitor uma arguta comparação entre dois ilustres autores pátrios: o pastor batista João Filson Soren (1908-2002) e o padre jesuíta Leonel Franca (1893-1948), que escreveram – a partir de posições opostas entre si – sobre o polêmico tema do ensino religioso nas escolas públicas no Brasil, nos anos 30 e 40 do século passado.

Precedida por um resumo histórico da presença em território brasileiro dos grupos religiosos que esses autores representam (batistas e católicos, respectivamente), e acrescidas de um panorama sobre os debates parlamentares referentes a questão, o livre pretende oferecer a possibilidade de uma comparação que possibilite analisar a questão do relacionamento entre o poder civil e as instituições eclesiásticas, ou seja, entre o Estado laico e a Igreja.

capa

O lançamento do livro será na quinta-feira, 13 de agosto às 19h no Solar do Jambeiro, Rua Presidente Domiciano 195 – São Domingos, Niterói – RJ.

Mais informações : https://m.facebook.com/events/1453171494985622/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: