FBN I Agenda de exposições/mostras – Janeiro de 2016

Fundação Biblioteca Nacional oferece aos visitantes as seguintes exposições/mostras durante o mês de janeiro:

Antônio Houaiss – Singular, Plural

A mostra reúne fotos, objetos pessoais, recursos audiovisuais e vasta documentação. Com apoio em textos de Eduardo Portella, Evanildo Bechara, Marcos de Azambuja, Reinaldo Paes Barreto e Roberto Amaral, oferece um rico panorama daquele que foi um dos principais artífices do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, dentre muitas contribuições.

O projeto curatorial assinado por Helena Severo e Maria Eduarda Marques foi concebido de modo a revelar as múltiplas dimensões desse intelectual que, como diplomata, crítico literário, sistematizador de conhecimentos, tradutor, ativista político e amante da gastronomia, teve uma destacada atuação na cena pública brasileira.

  • Local:  Prédio Sede -3º andar – Av. Rio Branco, 219 – Centro – Rio de Janeiro – RJ
  • Horário de visitação: segunda a sexta, das 10h às 17h – sábado, das 11h às 14h.
  • Entrada Franca

Mais informações:

http://www.bn.br/acontece-bn/agenda/2015/12/antonio-houaiss-singular-plural

 

“Dante: poeta de toda a vida”

A exposição é composta de cinco ciclos que reúnem o acervo literário de Dante, bem como de escritores e críticos que o homenagearam, e o acervo iconográfico, com ilustrações, retratos e xilogravuras relacionados à imagem física do poeta e ao imaginário dos três cantos da “Divina Comédia”.

  • O primeiro ciclo engloba edições raras da “Divina Comédia”, que foram doadas à Biblioteca Nacional (BN).
  • O segundo ciclo exibe outras obras de Dante, além da biografia do poeta escrita por Boccaccio.
  • O terceiro ciclo destaca os estudos dantescos no período do “Ressurgimento” italiano e o aparecimento das traduções de suas obras no Brasil.
  • A relação entre Dante e os escritores brasileiros está em destaque no quarto ciclo, que mostra composições poéticas que estabeleceram um íntimo contato com a obra do italiano, escritas por Carlos Drummond de Andrade, Haroldo de Campos, Mello Moraes Filho, entre outros.
  • O quinto ciclo ressalta o papel da crítica dantesca no Brasil.

Em todo o percurso da exposição, o visitante pode apreciar a riqueza do acervo iconográfico da BN relacionado a Dante Alighieri. O conjunto bibliográfico selecionado revela edições que trazem singularidades históricas, como censuras e comentários que abrem um campo de investigação enriquecedor a futuras pesquisas.

“Com esta mostra celebramos o nascimento de Dante, com a distância interposta de sete séculos e meio. A força da rememoração reside na convicção de que Dante permanece entre nós, como um dos monumentos literários estruturantes de nossa experiência civilizatória”, escreveu Renato Lessa, presidente da BN, no texto de apresentação do catálogo da exposição.

  • Local: Salão de Obras Raras, situado no Edifício Sede da Biblioteca Nacional, na Av. Rio Branco, 219, Centro, Rio de Janeiro.
  • Horário de visitação: segunda a sexta, 10h às 18h (fechamento da exposição).
  • Entrada Franca

Mais informações:

http://www.bn.br/acontece-bn/agenda/2015/10/exposicao-celebra-750-anos-nascimento-poeta-dante

Martins Pena, bicentenário de nascimento: 1815-2015

Martins Pena (1815-1847) é considerado o precursor da comédia de costumes no Brasil. A maioria do acervo composto de originais e cópias autografadas de seus textos estão sob a guarda do Acervo de Manuscritos, algumas com o respectivo parecer do Conservatório Dramático Brasileiro (1843-1864), responsável pela censura na época.

A peça Os ciúmes de um pedestre, ou, o terrível capitão do mato, uma paródia a Otelo, de Shakespeare, foi censurada, sob alegação de ser desrespeitosa com o ator João Caetano e à moralidade da época.

A produção cômica de Martins Pena retrata a sociedade rural e urbana do Rio de Janeiro, seus opostos e conflitos, em meio à transição de costumes trazidos no período joanino, a independência e a vinda de estrangeiros para o Brasil.

  • Local: Salão de Manuscritos, situado no Edifício Sede da Biblioteca Nacional, na Av. Rio Branco, 219, Centro, Rio de Janeiro.
  • Horário de visitação: segunda a sexta, das 10h às 17h.
  • Entrada Franca

Mais informações:

http://www.bn.br/acontece-bn/agenda/2015/11/martins-pena-bicentenario-nascimento-1815-2015

Rio de Janeiro 450 anos: uma história do futuro

A exposição ressalta a identificação que existe entre a Biblioteca Nacional e a cidade do Rio de Janeiro, desde sua criação, em 1810, passando pelas diversas modernizações e culminando na atual intervenção no desenho da cidade.

A mostra, que tem curadoria de Marco Lucchesi, é dividida em quatro partes: “A Dialética do Tempo”, “A Grande Transformação”, “O Jogo de Cartas” e “A Obra Aberta”.

  • Local: Espaço Cultural Eliseu Visconti. Rua México s/n, Centro – Rio de Janeiro – RJ
  • Horário de visitação: terça a sexta, das 10h às 17h, e aos sábados, das 10h às 14h
  • Entrada Franca

Mais informações:

http://www.bn.br/acontece-bn/agenda/2015/08/rio-janeiro-450-anos-uma-historia-futuro

#FBNnamidia

#fundacaobibliotecanacional

cobertura-1606-biblioteca-nacional-inaugura-nesta-quinta

cobertura-1760-exposicao-celebra-750-anos-nascimento-poeta

cobertura-1820-antonio-houaiss-singular-plural2

cobertura-1821-martins-pena-bicentenario-nascimento-1815

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: