Biblioteca Nacional – Jogos Olímpicos Rio 2016 – Esgrima

esgrima

“Para os povos da Antiguidade, o manuseio da espada era fundamental, tendo em vista as constantes guerras e batalhas travadas. Mas as armas também tinham caráter lúdico. No Egito antigo, por exemplo, as disputas com objetos que mais pareciam lanças serviam de comemoração para vitórias nas guerras. Naturalmente, as espadas evoluíram ao longo dos anos, tornando-se mais leves e mais fáceis de manusear. A invenção da pólvora, no entanto, reduziu a utilização das lâminas em batalhas. Restou ao lado esportivo manter a tradição viva.

Os primeiros esgrimistas reconhecidos foram os franceses Daner, Lafaugére e Juan Luis. Eles estavam entre os mestres que participaram do encontro que começou a definir a técnica da esgrima. Assim, surgiram as regras que consideravam a maneira de tocar a espada no rival mais importante do que o local do golpe.

A Federação Internacional de Esgrima só foi criada em 1913. O primeiro Campeonato Mundial da modalidade aconteceu em 1921, em Paris. Mas a história da esgrima nos Jogos Olímpicos começou antes. Já em Atenas-1896 houve provas do esporte. Desde então, a esgrima nunca deixou de estar presente em uma edição das Olimpíadas”. (Fonte: Comitê Olímpico Rio 2016)

Cerca de 300 anos antes do primeiro campeonato, Girard Thibault produziu um dos livros de esgrima mais luxuosos do mundo,  o “Academie de l’Espée”,  um manual de uso do florete por regras matemáticas e outras teorias, dedicado à escola espanhola de esgrima.

Composto por   mais de trezentas páginas e quarenta e seis ilustrações, em páginas duplas, produzidas por dezesseis artistas gravadores flamengos, o livro,  foi patrocinado pelo rei Luís XIII da França e outros nobres europeus do séc. XVII. Foi publicado em 1630, um ano após a morte de Thibault, e não em 1628 como está impresso na folha de rosto e chegou no Brasil como parte do acervo da Real Biblioteca Portuguesa, trazido por D. João.

“Academie de l’Espée de Girard Thibaultera” faz parte do acervo da Divisão de Iconografia da Biblioteca Nacional e está disponível para consulta e download na BNDigital

Leia e/ou baixe agora: http://bit.ly/24c1I2o

#FBNnamidia
#fundacaobibliotecanacional

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: