FBN I Homenagem – 11 de maio de 1902 – Nasce Bidu Sayão, a mais destacada cantora lírica do Brasil

Bidú Sayão - Acervo DIMAS - FBN

Bidú Sayão – Acervo DIMAS – FBN

Balduína Oliveira Sayão ou simplesmente Bidu Sayão, começou estudando canto com a romena Elena Theodorini, por quem foi levada à Romênia para continuar dos estudos. Tempos depois, na França, foi aluna de Jean de Reszke, um tenor polonês, responsável pelo aperfeiçoamento de sua técnica vocal.

Sua estréia foi  em 1926 no Teatro Costanzi de Roma, onde representou o papel de papel de Rosina em O Barbeiro de Sevilha, de Rossini. Em 1937, se apresentou no Metropolitan Opera House de Nova Iorque no papel de Manon na ópera de Massenet.

Em 1959,  gravou a composição “Floresta Amazônica” de Villa-Lobos.

Bidú Sayão - Acervo DIMAS - FBN

Bidú Sayão – Acervo DIMAS – FBN

Bidu Sayão morreu aos 96 anos, lutando contra a pneumonia no estado norte-americano do Maine, onde morava.

O acervo da Divisão de Música e Arquivo Sonoro (DIMAS) da Biblioteca Nacional oferece aos pesquisadores inúmeros discos e documentos  de Bidú Sayão. Parte desse acervo, foi digitalizado e está disponível para consulta na BNDigital.

Ouça Bidú Sayão interpretando  IL Guarany (Ballata) (C’era una volta un principe) (Act 2) de Carlos Gomes:

 

Bidú Sayão - Acervo DIMAS - FBN

Bidú Sayão – Acervo DIMAS – FBN

IMG-20160511-WA0004

‪#‎FBNnamidia‬
‪#‎bibliotecanacional‬
‪#‎fundacaobibliotecanacional‬

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: