FBN I História – 200 anos da invasão do Uruguai por tropas do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves

Há 200 anos, as tropas do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves invadiram o território da Banda Oriental do Uruguai em meio a um processo de embates que ficou conhecido por aqui como Guerras contra Artigas. Com isso, aprofundou-se um conflito político-militar que apenas seria temporariamente solucionado com a independência da colônia espanhola em 1828, em uma questão que envolvia interesses antagônicos de brasileiros e argentinos.

Os motivos da invasão podem ser atribuídos ao interesse português em atacar um domínio espanhol, aproveitando-se da vulnerabilidade do referido país cujo rei, D. Fernando, fora feito prisioneiro por Napoleão Bonaparte na Europa e, ainda, ao objetivo do Reino português em garantir a livre navegação no Rio da Prata, possibilitando uma comunicação mais rápida com a inóspita região na qual hoje se situa o estado de Mato Grosso.

Coube ao militar português Carlos Frederico Lecor o comando das tropas do Reino de Portugal, Brasil e Algarves, que foram nomeadas como Divisão de Voluntários Reais. Essa organização militar ficaria responsável por invadir o território uruguaio e combater o líder José Gervásio Artigas.

O documento intitulado “Cópia das Instruções dadas ao General Lecor. 04 de junho de 1816” é uma cópia autenticada de época feita pelo militar José Domingos de Ataíde Moncorvo e está disponível para consulta na Divisão de Manuscritos da Biblioteca Nacional.

De acordo com o Catálogo da Exposição de História do Brasil, as instruções elaboradas pelo responsável pela pasta dos Negócios Estrangeiros, Fernando José de Portugal e Castro, o Marquês de Aguiar, “versam sobre a ocupação da praça de Montevidéu e outros negócios portugueses no Rio da Prata”.

Leia e baixe as 32 páginas do documento: https://blogdabn.files.wordpress.com/2016/05/consolidado.pdf

Conheça um pouco sobre a história do Brasil consultando a Divisão de Manuscritos:

http://www.bn.br/explore/acervos/manuscritos

‪#‎FBNnamidia

‪#‎bibliotecanacional

‪#‎fundacaobibliotecanacional

Referência:

AGUIAR, Fernando José de Portugal e Castro, marquês de.  Instruções dadas ao general Carlos Frederico Lecor para a ocupação da praça de Montevidéu com o território aquém do Uruguai, e formação de uma capitania sob seu governo, enquanto convier a segurança das suas fronteiras.  Rio de Janeiro, 04 jun. 1816.  Cópia.  Manuscrito.  30 p.

Localização: 07,4,040

Uma resposta to “FBN I História – 200 anos da invasão do Uruguai por tropas do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves”

  1. Lanchinho da Meia-Noite Says:

    Republicou isso em Lanchinho da Meia-Noite.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: