FBN | 20 de agosto de 1889, nasce Cora Coralina

Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, que adotou o pseudônimo de Cora Coralinanasceu em 20 de agosto de 1889 na cidade de Goiás. Apesar de ter feito apenas os estudos primários, em 1910, teve um conto publicado no Anuário Histórico Geográfico e Descritivo do Estado de Goiás, já com o seu pseudônimo.

Cora Coralina casou-se, teve 6 filhos e morou em diversas cidades do interior paulista até 1934, quando seu marido faleceu. Mudou-se para a capital, colaborou no Jornal O Estado de São Paulo e trabalhou como vendedora da Livraria José Olympio. Em 1938, voltou para Penápolis, onde morou com o marido, e abriu uma Casa de Retalhos.

Após quarenta e cinco anos voltou para sua cidade natal, trabalhou como doceira por mais de vinte anos e assumiu seu outro ofício: o de poetisa. Vendia seus doces de casa em casa e recitava suas poesias.

Recebeu diversos prêmios como escritora e, em 1983, recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade Federal de Goiás. A poetisa faleceu em 10 de abril de 1985, em Goiânia, GO. (Fonte: Prefeitura de São Paulo)

Algumas obras: Poemas dos becos de Goiás e estórias mais (1965); Meu livro de cordel (1976); Vintém de cobre (1983).

cora coralina

Suplemento Literário (SP). Ano 1970\Edição 00678. [Acervo Hemeroteca Digital]

Na edição 00678 de 1970, o jornal Suplemento Literário (SP) trouxe um texto que contava um pouco de Cora Coralina e suas obras, você pode acessá-lo através do link: http://memoria.bn.br/docreader/098116x/412

#FBNnamidia #bibliotecanacional #fundacaobibliotecanacional #poetisa #poema #CoraCoralina

 

Anúncios

Tags: , , , , , , , , , ,

Uma resposta to “FBN | 20 de agosto de 1889, nasce Cora Coralina”

  1. rimalo Says:

    Novo post em blogdabn [https://blogdabn.files.wordpress.com/2017/05/cropped-logobn.png?w=32] [http://0.gravatar.com/avatar/62ef5f94e51215839b0c40350a6769a5?s=50&d=identicon&r=G] FBN | 20 de agosto de 1889, nasce Cora Coralina por blogdabn

    Ana Lins dos Guimarães Peixoto Bretas, que adotou o pseudônimo de Cora Coralina, nasceu em 20 de agosto de 1889 na cidade de Goiânia, Goiás. Apesar de ter feito apenas os estudos primários, em 1910, teve um conto publicado no Anuário Histórico Geográfico e Descritivo do Estado de Goiás, já com o seu pseudônimo.

    Cora Coralina casou-se, teve 6 filhos e morou em diversas cidades do interior paulista até 1934, quando seu marido faleceu. Mudou-se para a capital, colaborou no Jornal O Estado de São Paulo e trabalhou como vendedora da Livraria José Olympio. Em 1938, voltou para Penápolis, onde morou com o marido, e abriu uma Casa de Retalhos.

    Após quarenta e cinco anos voltou para sua cidade natal, trabalhou como doceira por mais de vinte anos e assumiu seu outro ofício: o de poetisa. Vendia seus doces de casa em casa e recitava suas poesias.

    Recebeu diversos prêmios como escritora e, em 1983, recebeu o título de Doutora Honoris Causa pela Universidade Federal de Goiás. A poetisa faleceu em 10 de abril de 1985, em Goiânia, GO. (Fonte: Prefeitura de São Paulo)

    Algumas obras: Poemas dos becos de Goiás e estórias mais (1965); Meu livro de cordel (1976); Vintém de cobre (1983).

    [cora coralina]

    Suplemento Literário (SP). Ano 1970\Edição 00678. [Acervo Hemeroteca Digital]

    Na edição 00678 de 1970, o jornal Suplemento Literário (SP) trouxe um texto que contava um pouco de Cora Coralina e suas obras, você pode acessá-lo através do link: http://memoria.bn.br/docreader/098116x/412

    ________________________________

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: