FBN | Manuel Antônio de Almeida Escreve sobre Nova Friburgo.

No ensejo do aniversário de Nova Friburgo (RJ), que ocorreu a 16 de maio, a Coleção Documentos Biográficos, contribuição da Divisão de Manuscritos, apresenta uma crônica sobre a cidade, da autoria do escritor Manuel Antônio de Almeida.

Nascido no Rio de Janeiro a 17 de novembro de 1830, filho de um militar que morreu deixando-o com onze anos de idade, Almeida se formou em Medicina, mas nunca exerceu a profissão. Em vez disso, dedicou-se ao jornalismo, tendo publicado crônicas, artigos e um único romance, “Memórias de um Sargento de Milícias”, que saiu primeiro em folhetim no jornal “Correio Mercantil” (1852-1853) e um ano depois em livro, tendo como autor “Um Brasileiro”. Foi professor do Liceu de Artes e Ofícios e, em 1858, tornou-se diretor da Tipografia Nacional, onde o jovem Machado de Assis trabalhava como tipógrafo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em 1860, Manuel Antônio de Almeida passou uma temporada em Nova Friburgo, de onde escreveu a Quintino (Bocaiúva) acerca de suas dificuldades financeiras e da possibilidade de se estabelecer ali como professor. Data, possivelmente, desse período o original aqui apresentado, que, embora tenha recebido o título “Crônica sobre Friburgo” é na verdade o fragmento de carta ao redator de um jornal, no qual argumenta com calor a favor de escrever a respeito da cidade serrana. Segundo ele,

“Friburgo merece esta pequenina attenção com mais justiça do que muitos logarejos ahi dos confins das nossas províncias, que entretanto merecem todos os dias estimadas menções nos jornaes da Corte”.

No mesmo documento, Manuel Antônio de Almeida se refere a questões políticas, com as quais começava a se envolver na época. Pretendia se candidatar à Assembleia Provincial do Rio de Janeiro. No entanto, antes que seus planos se concretizassem, faleceu no naufrágio do navio Hermes, quando este naufragou na costa de Macaé, no dia 28 de novembro de 1861.

O fragmento textual é proveniente da Coleção Ramos Paz, um dos vários correspondentes de Manuel Antônio de Almeida, e atualmente integra a Coleção Literatura da Divisão de Manuscritos. O original pode ser consultado na íntegra em

http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_manuscritos/literatura/mss_I_07_17_004.pdf

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: