Posts Tagged ‘15 de outubro’

FBN | Documento da Semana – 15 de outubro, Dia do Mestre

outubro 15, 2016

prof2

A Fundação Biblioteca Nacional também homenageia os professores com uma obra de 1722, considerada a primeira cartilha escrita em Portugal para a leitura, a escrita, a aritmética e com orientações a pais e mestres.

prof1

O documento é um livro intitulado “Nova escola para aprender a ler, escrever & contar oferecida a Dom João V, Rey de Portugal: Primeyra parte”, de autoria de Manuel de andrade de Figueiredo e publicada em Lisboa, em 1722. No primeiro tratado, a obra destaca um dos seus objetivos principais: “Antes que proponhamos as regras, que devem observar os Mestres, no ensino dos meninos pelo estilo mais breve e perfeito, advertirei primeiramente aos pais o sumo cuidado que devem ter na eleição dos Mestres para seus filhos; porque deste acerto da boa criação (como diz Aristóteles), pende todo o bem dos meninos…”

Continue lendo em:

http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_obrasraras/or13466/or13466.pdf

#FBNnamidia
#bibliotecanacional
#fundacaobibliotecanacional

Anúncios

FBN | 15 de outubro, Dia do Mestre

outubro 15, 2016

Em homenagem ao Dia do Mestre, a Fundação Biblioteca Nacional resgata a memória da primeira turma de formação do curso de biblioteconomia da instituição, inaugurada em 10 de abril de 1915.

 

Mesa que presidiu a solenidade.

Mesa que presidiu a solenidade.


Na mesa que presidiu a solenidade, estavam presentes, da esquerda para direita: João Gomes do Rego, sub-bibliotecário diretor da seção de numismática; Dr. Constâncio Alves, bibliotecário diretor da 1ª seção; conselheiro Dr. Ruy Barbosa; Dr. Manoel Cícero Peregrino da Silva, diretor da Biblioteca Nacional; Dr. Ancelmo Lopes de Souza, bibliotecário diretor da 3ª seção; e Alfredo Mariano de Oliveira, secretário da Biblioteca Nacional.

 

Parte do auditório da lição inaugural do curso de Biblioteconomia, na Biblioteca Nacional, em 10 de abril de 1915.

Parte do auditório da lição inaugural do curso de Biblioteconomia, na Biblioteca Nacional, em 10 de abril de 1915.

A origem do dia do Mestre remete a D. Pedro I, que baixou decreto imperial, em 1827, criando o ensino elementar no Brasil. O documento determinava que “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas escolas de primeiras letras”. O texto regulamentava, ainda, a descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os docentes deveriam ser contratados.

A oficialização do feriado escolar, por sua vez, foi dada pelo Decreto nº 52.682, de 14 de outubro de 1963, que define a inspiração e essência do feriado em seu artigo 3º: “Para comemorar condignamente o dia do professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo delas participar os alunos e as famílias.”.

Para consultar outras imagens histórias, explore o acervo em bndigital.bn.br/acervodigital/

#FBNnamidia
#bibliotecanacional
#fundacaobibliotecanacional