Posts Tagged ‘Abolição da Escravatura’

FBN | 30 de agosto de 1887: José do Patrocínio publica o artigo “A libertação dos escravos”

agosto 30, 2017

libertacao dos escravos 1

Gazeta da Tarde. Ano 1887\Edição 00197. [Acervo Hemeroteca Digital]

Há 130 anos, José do Patrocínio, o “Tigre da Abolição”, publica na Gazeta da Tarde, do também abolicionista Ferreira de Menezes, um artigo intitulado “A libertação dos escravos”. No último parágrafo conclamava o povo a libertar os escravos: “Levantam-se todos e praticamente proclamem a liberdade que Nosso Senhor Jesus Cristo nos ensinou, deu exemplo e nos outorgou morrendo por todos na cruz.” Como o jornal foi vendido, nos meses seguintes, seus artigos passariam a ser publicados na Cidade do Rio, jornal comprado pelo próprio José do Patrocínio com a ajuda do sogro.

Para ler a matéria completa, acesse: http://memoria.bn.br/docreader/226688/7609

#FBNnamidia #bibliotecanacional #fundacaobibliotecanacional

Anúncios

FBN | 23 de agosto: Dia Internacional para Relembrar o Tráfico de Escravos e sua Abolição

agosto 23, 2017

O Dia Internacional para Relembrar o Tráfico de Escravos e sua Abolição é um momento singular para que a comunidade internacional possa conciliar o dever de recordar acontecimentos passados e a obrigação de situá-los em sua justa perspectiva histórica. (Fonte: UNESCO)

escravos

A Fundação Biblioteca Nacional deu início, em 2003, a um programa de edições e trabalhos de pesquisas que procura trazer à tona o que há de mais relevante em seu acervo, pondo em evidência a importância de suas coleções para o processo de reflexão sobre as realidades brasileiras e suas implicações históricas e sociais.

A participação da Biblioteca Nacional no Projeto Tráfico de Escravos lançado pela UNESCO se dá dentro desse contexto, por trazer a público uma pesquisa sobre o tema que, na sua fase inicial, registra o que de mais importante existe na instituição e que está disponível para pesquisas e estudos.

A pesquisa cujos resultados se registram na presente publicação se apresenta como uma primeira etapa do trabalho da Biblioteca Nacional para estudos mais aprofundados desse tema, que constitui matéria de primordial importância na formação da identidade nacional.

O dossiê sobre o Tráfico de Escravos no Brasil apresenta tópicos sobre tráfico e comércio de escravos, resistência negra à escravidão, o trabalho escravo no Brasil, movimentos abolicionistas e alforrias, cultura afro-brasileira e acordos internacionais e legislação sobre escravidão.

Leia o dossiê completo, acessando: http://bndigital.bn.gov.br/dossies/trafico-de-escravos-no-brasil/?sub=apresentacao-trafico-de-escravos-no-brasil%2F

#FBNnamidia #bibliotecanacional #fundacaobibliotecanacional

FBN I História – 13 de maio de 1888 – Princesa Isabel assina a lei Áurea

maio 13, 2017
Minuta do decreto de "extinção da escravatura" (Acervo FBN)

Minuta do decreto de “extinção da escravatura” (Acervo FBN)

No dia 13 de maio de 1888, a Princesa Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Orléans e Bragança, assinou a Lei Áurea, que decretava a libertação dos escravos.
 
A Biblioteca Nacional relembra a data disponibilizando imagens do documento original da minuta do decreto de extinção da escravatura, e também de uma das mais impactantes galerias de fotos do portal Brasiliana Fotográfica, a “Galeria do Dia da Abolição da Escravatura”.
 
Conheça um pouco mais sobre a Princesa Isabel em: http://bndigital.bn.br/?attachment_id=20554
 
Veja, ainda, o original da minuta do “decreto de extinção da escravatura”: https://blogdabn.files.wordpress.com/2016/05/minuta-do-decreto.pdf
 
 
#FBN #BN #Abolição #AboliçãodaEscravatura #LeiÁurea

 

Albert Henschel. Negra Vendedora de Frutas, c.1870 / Acervo FBN

FBN | 14 de novembro de 1921 – morre Isabel de Bragança Bourbon e Orleans, a princesa d. Isabel

novembro 14, 2016
isabel

Acervo FBN

 

Nascida em 29 de julho de 1846, no Palácio de São Cristóvão, Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bragança Bourbon e Orleans, filha do imperador d. Pedro II e da imperatriz d. Teresa Cristina, tornou-se herdeira do trono após a morte de seus irmãos d. Afonso, em 1847, e Pedro Afonso, em 1850. Entre suas realizações mais conhecidas estão a sanção da lei do Ventre-Livre, em 28 de setembro de 1871, que declarava livres todos os filhos de escravos nascidos a partir daquela data, e a assinatura da Lei Áurea, em 13 de maio de 1888, segundo a qual “ficavam libertos todos os escravos do Brasil”. (fonte: http://www.museuimperial.gov.br)

Joaquim Insley Pacheco. Isabel, Princesa do Brasil : retrato / Acervo FBN

Joaquim Insley Pacheco. Isabel, Princesa do Brasil : retrato / Acervo FBN

 

Para ter acesso a fotos e documentos referentes à princesa d. Isabel e ao Brasil Imperial, consulte a BNDigital em: http://bndigital.bn.br/acervodigital/

‪#‎FBNnamidia‬
‪#‎bibliotecanacional‬
‪#‎fundacaobibliotecanacional‬