Posts Tagged ‘bíblias’

Catálogo da mostra Bíblias do Mundo já está disponível pra download

março 5, 2012

A mostra Bíblias do Mundo, que exibiu ao público exemplares raros das escrituras na Biblioteca Nacional, foi uma das exposições que, nos últimos anos, mais atraíram atenção de visitantes, pesquisadores e especialistas. A expo já acabou, mas você pode fazer download do catálogo, que traz curiosidades ótimas sobre o assunto, além de ser rico material de pesquisa.

Na imagem abaixo, detalhe de uma das peças da exposição: bíblia com tradução de Giovanni Diodati. A raridade do exemplar está no fato de ser a segunda edição da Bíblia de Diodati, revisada e com comentários. A primeira, de 1607, foi feita diretamente do hebraico e do grego. Esta versão, que possui carimbo da Real Biblioteca, da Família Real Portuguesa, reflete a teologia de Genebra, em puro estilo italiano, sem qualquer influência da teologia francesa, como era comum à época. O exemplar é de 1641.

“Bíblias do Mundo” em exposição na Biblioteca Nacional

dezembro 16, 2011

A Divisão de Obras Raras da Fundação Biblioteca Nacional (FBN/MinC) convida para a mostra “Bíblias do Mundo – Testemunhos de arte e fé”. Até o dia 31 de janeiro, os visitantes de todo o Brasil e do mundo terão acesso a preciosos exemplares dos livros que fazem parte do acervo da Biblioteca Nacional. O objetivo do evento é mostrar as diversas e valiosas edições da Bíblia elaboradas em várias épocas. São obras escritas a mão, com detalhamentos artesanais, muitas com ilustrações feitas com buril e outras técnicas antigas.

Cerca de 20 livros serão expostos, algumas da Real Biblioteca, outras da Coleção Theresa Cristina, do Imperador Pedro II, e muitas de colecionadores que doaram à Biblioteca Nacional. As obras revelam a metamorfose da Bíblia ao longo dos séculos. Entre as peças selecionadas, um destaque é a “Segunda Bíblia Rabínica”, editada em Veneza por volta de 1525. A obra foi considerada por muito tempo o texto padrão da Bíblia Hebraica.


A “Bíblia de Walton”, editada em Londres em 1657, foi o primeiro livro publicado por subscrição (livros por encomenda) na Inglaterra. Sua tiragem original foi de menos de 30 exemplares. Com o tempo, a obra se tornou a mais procurada de todas as edições poliglotas da Bíblia. O fato de ser uma das versões mais completas e corretas do texto justifica a enorme busca pelo título exposto na mostra.

Além dela, a Bíblia poliglota de Plantin, datada da segunda metade do século XVI, também merece atenção especial. A grandiosa obra foi realizada com patrocínio do rei Felipe II da Espanha por influência do cardeal Spinoza. D. Pedro II e a sua filha a princesa Isabel, são outros monarcas que terão suas preciosidades expostas.

E por falar em grandiosidade, uma versão católica do texto editado a partir de uma tradução feita por Martinho Lutero, líder da reforma protestante, é outra raridade nas vitrines da mostra. Essa Bíblia é uma versão de 1692, com mais de 1700 páginas, pesa 11 quilos e está repleta de belas ilustrações, como a planta da Arca de Noé, em exposição.

Lutero é também o editor de uma versão do Novo Testamento em exposição. No volume de 1699, as margens grandes e a mancha de texto em pequenos caracteres de estilo gótico no centro da página sugerem uma Bíblia de estudo, em que possíveis anotações seriam feitas nos cantos do livro. Esses são apenas alguns dos 20 exemplares que fazem parte da mostra.

A mostra Bíblias do Mundo está ligada às comemorações do Dia da Bíblia. A data foi estabelecida em 1549 na Grã-Bretanha. No Brasil, a efeméride é celebrada no segundo domingo do mês de dezembro, conforme instituído pela Lei 10.335, de 19 de dezembro de 2001.

Bíblias do Mundo – Testemunhos de arte e fé
[Atualização] A mostra fica em cartaz até 10 de fevereiro
Na Divisão de Obras Raras da Biblioteca Nacional (3º andar).
Avenida Rio Branco, 219. Centro. Rio de Janeiro – RJ
De segunda à sexta, de 10h às 16h
Entrada Franca