Posts Tagged ‘cultura’

MOSTRA GUERRA-PEIXE 100 ANOS DE NASCIMENTO

março 24, 2014

César Guerra-Peixe (1914-1993)

100 anos de nascimento

Mostra – 24 mar.-30 abr. 2014 – Divisão de Música e Arquivo Sonoro. Rua da Imprensa, 16 – 3º andar. Edifício Capanema

 

Imagem

 

Nascido em Petrópolis (RJ) a 18 de março de 1914, Cesar Guerra-Peixe é homenageado na Fundação Biblioteca Nacional com mostra “César Guerra-Peixe, um músico brasileiro”.

Na presente mostra procura-se evidenciar sua trajetória musical desde as experiências com o dodecafonismo até a síntese de elementos folclóricos, de música popular com a linguagem composicional na busca por uma estética autenticamente nacional.  

 

Imagem

 

Grande parte das peças selecionadas faz parte de sua coleção, doada pelo músico a Fundação Biblioteca Nacional, em 1988, sob a guarda da Divisão de Música e Arquivo Sonoro (DIMAS).

A Dimas apresenta, por ocasião dos 100 anos de nascimento, trinta e quatro peças – entre partituras autógrafas, fotografias, discos, documentos, livros, correspondência e caderno de apontamentos do compositor e maestro. 

LANÇAMENTOS DE BERNARDO KUCINSKI ACONTECEM NA BIBLIOTECA NACIONAL, NO RIO DE JANEIRO

março 11, 2014

           Imagem

 Durante os lançamentos do romance K. e da coletânea de contos, Você Vai Voltar Pra Mim, de Bernardo Kucinski, Renato Lessa, presidente da Fundação Biblioteca Nacional, abriu a conversa com o autor, através da leitura do posfácio que escrevera anteriormente para o romance do escritor paulista.

Imagem

“K. é um livro único. Eu pari o livro”

            Após ouvir as observações de Renato a respeito de sua obra, Kucinsk surpreendeu-se com as questões levantadas por Renato que nem ele percebera na composição do romance, que segundo Kucinski, foi “um livro único. Eu pari o livro”.

            O autor também teceu as principais diferenças entre suas duas obras; revelando a escrita visceral de K., ao passo que em seu livro de contos, Você Vai Voltar Pra Mim, tomou para si, o oficio de escritor, a técnica, inclusive  frequentado as reuniões da Comissão da Verdade de São Paulo durante a elaboração dos contos.

            Kucinski credita o sucesso de K., inclusive fora do Brasil, sendo traduzido para outros idiomas como inglês, italiano e espanhol, a iniciativa de tradutores de médias e tradicionais editoras, encantados pelo romance, do que propriamente ao marketing. Já Você Vai Voltar Pra Mim, segundo o autor, pode ser uma porta de entrada para a juventude atual se inteirar do período da ditadura – retratada nos dois livros – devido ao seu caráter menos abstrato, em comparação ao romance.

Imagem

Presidente da FBN foi o anfitrião da noite e participou do bate-papo com o autor

            Durante a conversa, o escritor falou um pouco da atuação no movimento sionista socialista, da juventude na São Paulo dos anos cinquenta e da vida que levou quando moço em Israel. Também contou um pouco sobre seu processo criativo, da influência das histórias do pai em sua escrita e de como reserva as manhãs para escrever. Kucinski questionou a ausência de uma literatura da ditadura, afirmando que muito do que se legou de escrito dessa época está em biografias, relatos factuais de muitos envolvidos, presos e torturados.

            Bernardo Kucinski nasceu em São Paulo e além de jornalista é cientista político e físico. Esse ano K. e Você Vai Voltar Pra Mim foram lançados pela Cosac Naify, na última segunda-feira, 10, em uma cerimônia no auditório Machado de Assis, na Fundação Biblioteca Nacional.

É CARNAVAL NA BIBLIOTECA NACIONAL

março 7, 2014

Imagem

O carnaval surge na Idade Média, com influências de festejos greco-latinos, desde sempre conhecido pelo excesso, o que faz lhe confere o caráter dionisíaco em todos os sentidos, do espetáculo que rodeia o carnaval brasileiro como o vemos, à abundância, êxtase, reunião e mascarados.

No Brasil, o carnaval surgiu na década de 1920, através da reunião das escolas de samba em blocos, mas o primeiro desfile só aconteceria mais de dez anos depois, em 1932, na Praça Onze, com apoio do Jornal Mundo Sportivo.

 No ano seguinte, O Globo é quem oferece apoio aos sambistas que recebem verba da prefeitura. Surge o primeiro samba-enredo. Em 1934 é criada a União Das Escolas de Samba (UES) e em 1935, a Portela – juntamente com a Mangueira e a Deixa Falar – uma das escolas percussoras do carnaval do Rio de Janeiro é a vencedora do já conhecido concurso da Praça Onze.

Imagem

Imagens: Hemeroteca Digital, BN Digital

Empreendimentos criativos do Brasil podem se inscrever para o I Mercado Cultural do Mercosul

fevereiro 27, 2014



Imagem

Para acessar o edital clique na imagem acima

O Ministério da Cultura está com inscrições abertas para participação de empreendedores brasileiros no I Mercado de Indústrias Culturais dos Países do Sul (MICSUL).

Serão selecionados até 100 representantes culturais para participação em rodadas de negócios com produtores e compradores de 10 países do MERCOSUL ampliado, assim como convidados internacionais da Europa, América do Norte e Ásia. O evento será realizado de 15 a 18 de maio, em Mar del Plata na Argentina, e reunirá cerca de 1.000 empreendedores culturais. O objetivo da participação brasileira é exportar bens e serviços culturais do país e estimular a criação de redes entre países da região.

Das 100 vagas disponibilizadas pelo MinC, 52 terão inscrição garantida no evento, hospedagem e ajuda de custo de até 1.500 dólares. Os demais terão inscrição gratuita no evento, caracterizando participação autônoma. Todos os selecionados terão capacitação em negócios internacionais promovida pelo Sebrae Nacional e translado gratuito entre Buenos Aires e a cidade de Mar Del Plata. O transporte do Brasil até a capital argentina deverá ser custeado pelo selecionado.

Poderão se inscrever empreendimentos dos segmentos jogos digitais, aplicativos, dança, circo e teatro, audiovisual, design gráfico, de objetos, moda, artesanato, literatura e música. Serão contempladas também quatro apresentações musicais e  três desfiles de moda. O prazo para inscrição vai até o dia 12 de março.

Esta ação do MinC conta com a parceria da FUNARTE e SEBRAE. Os interessados poderão obter mais informações na página do Ministério da Cultura e na do evento:www.cultura.gov.br /www.micsur.org.

Imagem

1º Mercado de Indústrias Culturais do Sul (MICSUL)

Realizado pela Secretaria da Cultura da Argentina, o 1º Mercado de Indústrias Culturais do Sul (MICSUL) é uma iniciativa dos Ministérios de Cultura de países da América do Sul (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela). O objetivo é estimular os negócios entre empreendedores, empresas de setores criativos, produtores e artistas e promover o intercâmbio de conhecimento, bens e serviços entre os países da América do Sul.

Serviço:

1º Mercado de Indústrias Culturais do Sul (MICSUL)

Data: 15 a 18 de maio de 2014

Local: Mar Del Plata (Argentina)

Inscrições: 27 de janeiro a 12 de março 2014sistemas.cultura.gov.br/propostaweb

Informações: editalmicsul2014@cultura.gov.br

http://www.bn.br/portal/arquivos/pdf/editalmicsul.pdf

PROGRAMAÇÃO DE MARÇO DA CASA DE LEITURA/PROLER

fevereiro 17, 2014

Imagem

 

Mais detalhes clique aqui

 

Quem são os ilustradores que vão representar o Brasil na Feira de Bolonha 2014?

janeiro 17, 2014

ImageA Fundação Biblioteca Nacional (FBN) responsável pelo incentivo à literatura brasileira no exterior, juntamente a Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNJIL), Ministério da Cultura, Ministério das Relações Exteriores e Câmara Brasileira do Livro divulgam os nomes dos cinquenta e cinco ilustradores que vão representar o Brasil, o país homenageado, na Feira de Bolonha, na Brazil: Countless Threads, Countless Tales que acontecerá entre 24 e 27 de março na cidade italiana e contará com diferentes autores, ilustradores e instituições.

Vinculada ao MinC, a FBN desenvolve programas para incentivar a literatura brasileira no exterior, tal como, o incentivo a tradução de autores brasileiros, para ampliar a difusão da produção editorial verde-e-amarela no cenário intelectual internacional.

Os critérios de seleção foram; originalidade da ilustração, qualidade estética, diversidade e pluralidade, premiações no Brasil, equilíbrio entre autores consagrados e a nova produção, variedade de gênero e adequação do tema à faixa etária do leitor, que estejam ativos no mercado editorial cuja qualidade da obra fora atestada pela qualidade e premiações.

Abaixo lista dos contemplados:

  1. ALCY LINARES
  2. ALE ABREU
  3. ANDRÉ NEVES
  4. ANDRÉS SANDOVAL
  5.   ANGELA LAGO
  6. CÁRCAMO
  7. CAULOS
  8. CIÇA FITIPALDI
  9. CLÁUDIO MARTINS
  10. DANIEL BUENO
  11. DUARDO ALBINI
  12. ELIARDO FRANÇA
  13. ELIZABETH TEIXEIRA
  14. ELMA
  15. EVA FURNARI
  16. FERNANDO VILELA
  17. GERALDO VALÉRIO
  18. GILLES EDUAR
  19. GRAÇA LIMA
  20. RUPO MATIZES Dumont
  21. GUAZZELLI
  22. GUTO LACAZ
  23. GUTO LINS
  24. HELENA ALEXANDRINO
  25. IVAN ZIGG
  26. JEAN-CLAUDE  ALPHEN
  27. JÔ OLIVEIRA
  28.   LAURABEATRIZ
  29.   LAURENT CARDON
  30.   LELIS
  31.  LUIZ MAIA
  32.   MANU MALTEZ
  33.    MARCELO CIPIS
  34. MARCELO PIMENTEL
  35. MARCELO XAVIER
  36.  MARIA EUGÊNIA
  37. MARIANA MASSARANI
  38. MARILDA CASTANHA
  39. MAURÍCIO NEGRO
  40. NELSON CRUZ
  41. ODILON MORAES
  42. REGINA COELI RENNÓ
  43. RENATO ALARCÃO
  44. RENATO MORICONI
  45. RICARDO AZEVEDO
  46. ROGER MELLO
  47. ROGÉRIO BORGES
  48. ROSINHA
  49. RUI DE OLIVEIRA
  50.  SALMO DANSA
  51. SUPPA
  52. TAÍSA BORGES
  53. WALTER LARA
  54. MICHELLE IAOCA
  55.  ZIRALDO

EXPOSIÇÃO CRUZAMENTOS

janeiro 15, 2014

Via Brasil é uma iniciativa interdisciplinar do Wexner Center, que atravessa vários anos, enfocando a cultura vibrante do Brasil—apoiado em parte pela generosa doação da Fundação Andrew W. Mellon.  Ao longo desta série, o  projeta convida a explorar a complexidade e dinâmica da nação brasileira.

 

  • Cruzamentos: Arte contemporânea no Brasil, uma exposição substancial de quatro galerias (acompanhada de um catálogo) em exibição no Wexner Center no início de 2014;
  • Cruzamentos: Documentário brasileiro contemporâneo, uma apresentação de mais de 30 documentários brasileiros contemporâneos raramente vistos na América do Norte, expostos no início de 2014;
  • Uma vasta gama de atuações representativas da diversidade de artes cênicas contemporâneas brasileiras por renomados músicos e companhias de dança do Brasil;
  • Programas de intercambio criativo para cineastas brasileiros e produtores de filme e de vídeo, bem como apresentações de vídeos brasileiros em The Box (o espaço do Wexner Center dedicado a exposições de vídeo)
  • Uma riqueza de programações educativas, incluindo um simpósio, palestras de galerias, e eventos destinados a atrair alunos, famílias e adolescentes;
  • A primeira tradução em língua inglesa de ensaios do Paulo Emílio Sales Gomes—influente crítico de cinema, professor e historiador—que será publicada no final de 2014.
  • Um seminário de pós-graduação relacionado diretamente com o conteúdo da exposição dirigido pela pós-doutoranda Denise Carvalho.

 

Image

Mostras de Janeiro da Fundação Biblioteca Nacional

janeiro 15, 2014

 

Lembranças Em Verso. Para comemorar os cem anos do nascimento de Vinicius de Moraes, através de versos de diversos autores e do próprio Vinicius de Moraes. Biblioteca Euclides da Cunha. Rua da Imprensa, 16. 4º andar. Seg. a sex das 9h30 às 17h30.

A Virtude: A Paz. Continuidade da mostra sobre Virtudes. Agora trazendo ao público o tema da Paz, oferecendo material de conteúdo literário e científico retratando desde a antiguidade. Salão de Obras Raras. Seg. a sex 10 às 17.

Os 500 anos de O Príncipe. Renato Lessa é autor de cinco páginas que norteiam ao visitante, questões já trabalhadas por Maquiavel em sua Obra Magna, tais como, complexidade política, cosmologia, fortuna e virtude. 3º Andar da Biblioteca Nacional. Seg. a sex 10 às 18| Sab. às 15

Mauá Trilhos e Progressos. Mostra revela documentos, entre eles, cartas trocadas entre o “empresário do Império” principalmente de cunho econômico. Inclui também um retrato pintado de autoria desconhecida. 3º Andar da Biblioteca Nacional. Seg. a sex 10 às 18| Sab. às 15.

Um Século de Moda nos Periódicos da Biblioteca Nacional. Evolução da imprensa de moda no que revelam as mudanças na silhueta feminina através do tempo, e a influência da imprensa especializada. 2º Andar da Biblioteca Nacional. Seg. a sex 10 às 18| Sab.  às 15

Fernando Tavares Sabino – 90 anos de nascimento. A Fundação Biblioteca Nacional realiza uma pequena exposição de capas que captura o fino senso de humor e pitoresco do autor de Encontro Marcado. 2º Andar da Biblioteca Nacional. Seg. a sex 10 às 18| Sab.  às 15

 

MOSTRAS DE JANEIRO FBN

janeiro 6, 2014

Imagem

500 anos de O Príncipe: Biblioteca Nacional homenageia uma das maiores obras do pensamento político moderno

dezembro 20, 2013

Atento a importância dos 500 anos de publicação de O Príncipe, de Maquiavel, Renato Lessa, presidente da Fundação Biblioteca Nacional, é o autor de cinco páginas expostas ao lado do material, baseadas na complexidade política, cosmologia e fortuna e virtude, questões já levantadas por Maquiavel em O Príncipe.

 

Imagem