Posts Tagged ‘livro’

FBN | Oficina “O livro impresso de Gutenberg a Revolução Industrial: características e análise”

setembro 23, 2016

plan

 

Estarão abertas, a partir da próxima segunda-feira (26/09), as inscrições para a oficina “O livro impresso de Gutenberg a Revolução Industrial: características e análise”. Organizado pelo Plano Nacional de Recuperação de Obras Raras (Planor), o evento, que acontecerá em 23/11, no Auditório Machado de Assis (FBN), é voltado para estudiosos que necessitam de uma abordagem introdutória aos aspectos físicos do livro e seus contextos de criação e produção. Vale ressaltar, no entanto, que o curso não se propõe a ensinar sobre catalogação de livros raros e/ou antigos.

Oficina “O livro impresso de Gutenberg a Revolução Industrial: características e análise”

#FBNnamidia
#bibliotecanacional
#fundacaobibliotecanacional

 

Anúncios

Seminário O Escritor e seu Tradutor: “Tradução é em larga medida uma nova obra”

agosto 8, 2014

 

semitrad

Autor do Prêmio Machado de Assis, de 2010, da Fundação Biblioteca Nacional, pelo romance Habitante Irreal, Paulo Scott, participou do seminário O Escritor e Seu Tradutor, ao lado de Daniel Hahn, realizado no Auditório Machado de Assis, mediado pela jornalista Rachel Bertol.

Organizado pelo Centro Internacional do Livro (CIL), o evento foi apresentado pela Coordenadora da Divisão, Moema Salgado, com tradução simultânea. Paulo Scott, Porto alegrense radicado no Rio de Janeiro, inicia o debate lendo um trecho de Habitante Irreal.

Em seguida, Daniel leu o mesmo trecho em inglês. Provocado por Rachel, o tradutor, e também escritor, é segundo Rachel, “importante divulgador da literatura brasileira”, revelou a complexidade da obra de Paulo, que considerou difícil e brilhante ao mesmo tempo: “ Uma novela brilhante”, afirma Daniel, que se afasta dos estereótipos brasileiros associados a futebol e carnaval.

Daniel prosseguiu o debate apontando os percalços em reconstruir as sentenças em inglês, as particularidades do português do sul, que o obrigou a recorrer ao autor inúmeras vezes para saber alguns termos e como as diferenças geográficas influenciam a compreensão do texto no idioma lusófono.

Paulo contou um pouco sobre sua trajetória como um dos membros da revista literária Granta, que carrega os expoentes da literatura brasileira contemporânea como João Paulo Cuenca, Ricardo Lísias e Daniel Galera. Paulo também falou de sua explosão e posterior adaptação para o cinema e teatro de Ainda Orangotangos, a pequena revolução editorial a qual fez parte, revelando a influência da linguagem jurídica em sua literatura, devido a sua formação em Direito. Sobre a importância da tradução, o autor afirma: “Tradução é em larga medida uma nova obra”,

Habitante Irreal foi contemplado pelo Programa de Apoio a Tradução, da Fundação Biblioteca Nacional.

LANÇAMENTOS MARCAM INICIO DE MARÇO NA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL

fevereiro 27, 2014

Imagem

 

 

 

“Você vai voltar pra mim”, livro de contos do escritor Bernardo Kucinski é uma compilação de 28 contos em torno da ditadura e da repressão presentes no Brasil durante o golpe militar. Já a nova edição do romance “K.”, celebra a estreia de Kucinski na editora paulistana.
O lançamento da obra será dia 10/03 (segunda-feira) no Auditório Machado de Assis, na Rua México, no prédio sede da Fundação Biblioteca Nacional a partir das 19 horas, onde haverá um bate-papo entre o autor e Renato Lessa, cientista político e presidente da Fundação Biblioteca Nacional

Série de oficinas movimentam a Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles em Brasília

março 4, 2013

Imagem

 

Dando início à programação cultural do ano de 2013, a Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles (BDB/FBN/MinC), em Brasília,  irá oferecer mais quatro oficinas gratuitas, a partir do dia 13 de março, ministradas pelo professor Marco Antunes, no horário das 11h10 às 13h.

Realizados em parceria com o Núcleo de Literatura do Centro Cultural da Câmara dos Deputados, os cursos  são voltados para as áreas da Literatura e  da Psicologia.

As oficinas oferecidas são:

Clube de Leitura de Grandes Livros Contemporâneos – Livros Polêmicos – onde os participantes irão ter contato com grandes obras da literatura contemporânea e analisar o impacto social e cultural destes trabalhos, bem como a sobrevivência do interesse na obra através dos anos.  Os livros que serão analisados no primeiro semestre são “O Evangelho Segundo Jesus Cristo”, de José Saramago, e “A Última Tentação de Cristo”, de Nikos Kazantzakis.

 A Oficina de Técnica da Narrativa – que vai ensinar a narrativa literária de Contos e Crônica, destacando as principais técnicas e motivando os alunos a escreverem. Muitos autores brasilienses já frequentaram as oficinas da Biblioteca Demonstrativa, que desde  2011 vêm oferecendo este tipo de curso. O escritor João Batista de Almeida é um exemplo dos alunos que passaram pelas oficinas de Literatura da biblioteca.

As outras duas oficinas são estudos de obras de arte a partir do enfoque de livros célebres da literatura internacional, como ‘ O Homem e seus Símbolos’, do psiquiatra Carl Gustav Jung, e do clássico das mutações o ‘I Ching’, obra oriental milenar da sabedoria e conduta social. Estes cursos são ministrados por meio de pequenas palestras de análise das obras e da importância da iconografia para a compreensão da realidade, da cultura, da religião e da sociedade.

A oficina Clube de Meditação I CHING  é a mais tradicional do núcleo de literatura da biblioteca. É uma oportunidade para meditar sobre a cultura oriental e realizar debates sobre a iconografia e a filosofia deste importante livro da filosofia taoísta.

Ainda estão programadas oficinas de Dança Circular e Jogos Cooperativos, ministradas pela professora Isolda Marinho, a partir do dia 11 de março e a oficina de Aletramento Materno, baseada no livro  Como Ensinar seu Bebê a Ler, de Glenn Doman, neurofisiatra norte-americano, ministrada por Kátia Xavier, prevista para o dia 23 de março.

Tradição

Ao lado das quatro oficinas que terão inicio em março, a Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles oferece, ao longo de anos, uma ampla e diversificada programação cultural. Em 2013, por exemplo, o espaço está oferecendo  curso de língua portuguesa, apresentações musicais em parceria com a Escola de Música de Brasília e a exposição “Drummond, Testemunho da Experiência Humana”,  aberta ao público até o dia 9 de março.

Biblioteca Demonstrativa Maria da Conceição Moreira Salles (BDB/FBN/MinC)

Endereço: Av. W3 Sul EQ 506/507.

Horário das oficicias: 11h10 às 13h.

Data: A partir do dia 13/3/2013.

Mais informações: (61) 3244-3015 – procult.bdb@bn.br

http://www.bdb.org.br