Posts Tagged ‘Pai da Aviação’

Documentos Literários: Homenagem ao Pai da Aviação

julho 20, 2018

A Série Documentos Literários, colaboração da Divisão de Manuscritos, homenageia Santos Dumont no seu aniversário.

Alberto Santos Dumont (Palmira, atual Santos Dumont – MG, 20 de julho de 1873 – Guarujá, SP, 23 de julho de 1932) foi aeronauta e inventor. Apaixonado por tudo que fosse mecânico, desde pequeno fez experiências com balões, locomotivas e outros engenhos. A leitura das obras de Júlio Verne em muito contribuiu para seu desejo de criar uma máquina capaz de se deslocar pelo ar, e com Camille Flammarion ele estudou a história da navegação aérea, acabando por se decidir pela França como base para seus estudos, práticas e invenções.

 

Em 1900, Santos-Dumont já havia criado vários balões e dirigíveis e feito dezenas de voos experimentais, nem sempre bem sucedidos. Mas mesmo seus fracassos o levavam a ir mais além. Em 1901, com o balão conhecido como N.6, ele venceu o Prêmio Deutsch, que lhe valeu reconhecimento e fama em âmbito internacional.

O 14-Bis, construído após uma série de tentativas e erros, foi – segundo os pesquisadores do Instituto Histórico da Aeronáutica – o primeiro avião mais pesado que o ar a conseguir decolar por seus próprios meios. Com ele, Santos Dumont voou a três metros do solo, percorrendo mais de 60 m em apenas seis segundos, no dia 23 de outubro de 1906. No dia 12 de novembro, tendo introduzido melhorias e consertado avarias na máquina, voou 220 metros, na mesma localidade parisiense de Bagatelle, e venceu o Prêmio do Aeroclube da França.

Com a saúde em rápido declínio, o inventor, ainda assim, se dedicou a algumas experiências. Residindo na França, fez observações astronômicas — o uso de telescópio lhe valeu uma acusação de espionagem por parte dos vizinhos –, inventou um motor portátil para esquiadores e projetou uma casa em Petrópolis, hoje Museu Casa de Santos Dumont. Sua convicção inicial de que os aviões poderiam servir a fins militares foi rapidamente abalada ao vê-los, efetivamente, transformados em arma de guerra. Segundo alguns pesquisadores, seu suicídio se deveu, ou pelo menos foi apressado pela angústia de ver que seu invento seria utilizado na Revolução de 1932.

Em 1956, o Brasil comemorou o cinquentenário do primeiro voo com um “Ano Santos Dumont”. A Biblioteca Nacional fez uma exposição reunindo seu acervo documental e iconográfico, acrescido de obras emprestadas por colecionadores, da qual publicou um catálogo. O exemplar pertencente à Divisão de Iconografia foi digitalizado e se encontra disponível na BN Digital através do link

http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_iconografia/icon1282516.pdf

FBN | 23 de julho de 1932, morre Santos Dumont

julho 23, 2016

morte santos dumont

 

Em sua Edição Extraordinária do dia 25 de julho de 1932, o jornal “A Noite” publicou em sua primeira página:

“Falleceu, em Santos, o glorioso inventor patricio Alberto Santos Dumont

O governo paulista tributou ao “Pae da Aviação” honras de chefe de Estado

Um radio captado nesta capital, pela madrugada de hontem, e endereçado As Sras. Adalgisa Uchôa Dumont e Amalia Ferreira Dumont, residentes na rua das Laranjeiras, e cunhadas de Santos Dumont, dava-nos a triste noticia do fallecimento do glorioso inventor brasileiro, occorrido em Santos. Embora, até então, não houvesse chegado qualquer outra informação, confirmando a morte de Santos Dumont, tudo levava a crer, infelizmente, que o facto era verdadeiro, por isso que, naquella mensagem irradiada de Santos, os parentes do sabio brasileiro eram selentificados de que o governo de São Paulo tinha deliberado fazer o seu enterro e conceder-lhe honras de chefe de Estado…”

Para ler a reportagem na íntegra, acesse: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=348970_03&PagFis=9161

‪#‎FBNnamidia‬
‪#‎bibliotecanacional‬
‪#‎fundacaobibliotecanacional‬

FBN I Homenagem – 20 de julho de 1873, nasce o inventor e aeronauta Alberto Santos Dumont

julho 20, 2016
Santos Dumont Revista da Semana, edição de 20 de setembro de 1903.

Santos Dumont
Revista da Semana, edição de 20 de setembro de 1903.

Nascido em 20 de julho de 1873, na então cidade de Santa Luzia do Rio das Velhas, hoje cidade de Santos Dumont, Alberto Santos Dumont foi um inventor e aeronauta brasileiro. Filho do engenheiro francês Henrique Dumont e de D. Francisca de Paula Santos,  foi, ainda jovem, estudar em Paris, cidade na qual teve muito contato com a literatura francesa, em especial com os romances científicos de Júlio Verne. Inspirado pelo escritor francês, manifestou, desde cedo, enorme interesse pela construção de balões, fazendo, em 18 de setembro de 1898, subir ao espaço o primeiro de uma série diversos engenhos que viria a produzir. (Fonte: Academia Brasileira de Letras)

Santos Dumont à bordo do "Blucher". Illustração Brazileira, n. 112 (1914)

Santos Dumont
à bordo do “Blucher”.
Illustração Brazileira, n. 112 (1914)

A página do facebook da Biblioteca Nacional realizará, entre os dias 20 e 23 de julho, uma série de postagens em homenagem ao “Pai da Aviação”. Para saber mais sobre Santos Dumont, suas criações e a época na qual ele viveu, consulte nossa Hemeroteca Digital: http://bndigital.bn.br/hemeroteca-digital/

‪#‎FBNnamidia‬
‪#‎bibliotecanacional‬
‪#‎fundacaobibliotecanacional‬